Pular para o conteúdo
Insights > Esportes e jogos

É uma surpresa! Medindo o sucesso da venda do álbum Surpresa

2 minutos de leitura | Outubro 2014

Com os meios de comunicação ainda apressados com o lançamento repentino de "Songs of Innocence" do U2 em conjunto com o anúncio do iPhone 6 e iPhone 6+ da Apple, parece que o "álbum surpresa" está se tornando uma tendência crescente da indústria. 

Em julho de 2013, Jay Z anunciou o lançamento iminente de seu mais novo álbum através de um comercial da Samsung que foi lançado durante um jogo da NBA Finals. Beyoncé seguiu o exemplo de seu marido quando lançou um álbum surpresa auto-intitulado para o iTunes, no final do ano. Outros artistas, tais como David Bowie, Wolfmother, Radiohead e mais recentemente Thom Yorke, também surpreenderam os fãs com álbuns não anunciados nos últimos anos.

Apesar dos vários métodos de lançamento (por exemplo, Jay Z colaborou com a Samsung enquanto a Skrillex lançou seu álbum através de seu aplicativo gratuito Alien Ride ), uma coisa é constante: as reações dos consumidores a novas músicas imprevistas são imprevisíveis. "Beyoncé" superou seu antecessor, "4", em apenas quatro semanas, mas nem todos os artistas têm a base de fãs da Rainha Bey.

Então, qual é o sucesso dos esforços de marketing limitados de um lançamento surpresa em relação a um lançamento de um álbum tradicional? A publicidade em torno de um lançamento surpresa - às vezes através de um único varejista - supera semanas de publicidade antecipada para um lançamento tradicional amplamente distribuído? Um álbum surpresa se torna menos surpreendente quando todos estão fazendo isso?

Ainda são os primeiros dias dos respectivos lançamentos de Thom Yorke e U2, mas comparamos o álbum de Beyoncé com outros três álbuns "surpresa" de artistas conhecidos que se seguiram (assim como o álbum de Jay Z que o precedeu) para ver como eles se mediram. Enquanto outros fatores promocionais podem estar em jogo, e outras métricas podem definir o sucesso (venda de ingressos, mídia social, etc.), quisemos comparar as quatro semanas iniciais de vendas de um álbum surpresa com o álbum anterior de cada artista. Também comparamos tanto com o álbum mais vendido quanto com as faixas até o momento, como uma medida geral do sucesso de cada artista.

Continuar navegando pelos mesmos tópicos