Pular para o conteúdo
Insights > Mídia

O Relatório de Métricas Comparáveis: Q1 2016

1 minuto lido | Julho 2016

O objetivo central deste relatório é abordar três conceitos básicos igualmente aplicáveis a todas as categorias de medição de mídia: quantos, com que freqüência e por quanto tempo.

A partir deste trimestre, há alguns aprimoramentos e atualizações importantes no relatório. Mais notadamente, expandimos o período de relatório para incluir as 13 semanas completas que compõem tanto o primeiro trimestre de 2015 quanto o primeiro trimestre de 2016. Isto serve a duas importantes funções. Primeiro, isto nos dá uma visão completa da utilização ao longo de todo o trimestre, em vez de ver um instantâneo de 5-6 semanas. Em segundo lugar, agora temos a capacidade de comparar e alinhar diretamente as métricas com o Relatório de Audiência Total da Nielsen, permitindo que os dois relatórios sejam usados simultaneamente para obter uma melhor compreensão do mercado.

Alguns dos cálculos para TV e dispositivos conectados à TV também foram atualizados. Os minutos brutos continuarão a incluir o tempo de visualização do visitante e, como resultado, os minutos/adultos (população) permanecerão inalterados. Entretanto, os cálculos para minutos/dia (usuários) e minutos/adulto (usuários) não incluirão o tempo de visualização do visitante, pois não podemos considerar como isso afeta a freqüência (dias/semana de uso).

As melhorias no painel feitas em março de 2016 também afetaram os relatórios de smartphone e tablet. Uma regra de crédito antiga sobre dispositivos iOS que limitava o uso a 30 minutos foi removida, portanto agora, se um painelista usa um aplicativo ou visita um website por mais de 30 minutos de cada vez, o tempo inteiro da sessão é agora creditado. Esta regra também será implementada para os dispositivos Android nos próximos meses. A remoção do limite de 30 minutos resultou em algum aumento no tempo gasto, mas a maioria pode ser atribuída a ganhos nos usuários e ao crescimento orgânico do uso do aplicativo e da web, não à mudança na regra.

Composição média do público

Continuar navegando pelos mesmos tópicos