Pular para o conteúdo
Percepções > Audiências

O QUE DIZEM OS APARELHOS SOBRE OS CONSUMIDORES

1 minuto lido | Setembro de 2018

Os prestadores de serviços de telecomunicações na Índia têm estado em uma onda próspera nos últimos anos. Entretanto, após o lançamento do 4G no segundo semestre de 2016, as taxas de chamadas e de dados foram corrigidas de forma considerável. Os preços dos aparelhos seguiram o exemplo, já que vários fabricantes procuraram capitalizar a demanda de mercado sem precedentes. Aproveitando a oportunidade, novas empresas de aparelhos chineses e indianos estrearam modelos por menos de INR 5000, oferecendo uma alternativa econômica para modelos que variam até o dobro do que esses fabricantes estão cobrando. Este súbito influxo de smartphones acessíveis criou todo um segmento de novos consumidores que ou foram atualizados a partir de telefones com recursos ou eram novos usuários móveis.

PERFIL DOS USUÁRIOS

Nosso estudo revelou que quase metade dos usuários de nível básico da Índia tem entre 15 e 24 anos de idade, a maioria estudantes, e pode ser presumido que estejam famintos por dados, embora menos abastados do que os proprietários de aparelhos premium. Entre os usuários de aparelhos premium, 60% têm mais de 24 anos de idade, principalmente profissionais liberais ou autônomos. Estes usuários são geralmente ricos e famintos de dados. Espera-se que a propriedade de aparelhos caros seja mais proeminente em cidades com populações de mais de 10 pessoas lakh. Mais da metade dos usuários com aparelhos de nível básico são de pequenas cidades com uma população de menos de 10 lakh.

Os consumidores da região oriental da Índia preferem telefones de nível básico, sendo a proporção de propriedade de aparelhos premium muito pequena em comparação com o resto da Índia.

Para mais detalhes, baixe o relatório completo (canto superior direito).

Continuar navegando pelos mesmos tópicos