Pular para o conteúdo
Insights > Mídia

Milenares em Milenares: Muito amor, falta de lealdade

Leitura de 3 minutos | Agosto 2017

Os milenares são muitas vezes o grupo mais estereotipado, porém cobiçado, para os marqueteiros. O segundo maior grupo de geração dos EUA "cresceu" e seus consumidores têm renda disponível. Isto proporciona uma infinidade de oportunidades para anunciantes e marqueteiros que estão tão ansiosos para alcançá-los, já que os Millennials estão altamente engajados, usando múltiplas plataformas por muitas horas diariamente.

O Volume II da série de relatórios Millennials da Nielsen sobre Millenials oferece uma visão crítica da influência e do engajamento Millennials. O relatório é único por ter sido produzido e pesquisado por uma equipe de associados Millenais da Nielsen, utilizando suas experiências cotidianas ao compilarem dados e insights sobre os estilos de vida de seus pares - que são freqüentemente os primeiros a reconhecer as tendências, tecnologias e fenômenos culturais emergentes. Os associados da Nielsen Millennial têm a capacidade única de aproveitar esses dados para descobrir maneiras de alcançar sua própria geração.

Dentro de um cenário de mídia fragmentado, as inúmeras formas de engajamento são tão variadas quanto as personalidades que as utilizam. Então o que impulsiona o envolvimento da mídia Millennial quando se trata de transmissão de música?

Os Millennials são ouvintes ativos de serviços de transmissão de música e têm 21% mais probabilidade de escolher músicas com mais freqüência do que de deixar a música tocar sem fazer mudanças. Eles também acessam música digital mais regularmente do que consumidores com 35 anos ou mais. Embora os Millennials sejam ouvintes ativos, eles têm 18% mais probabilidade de usar várias aplicações musicais mensalmente. De fato, quase 60% dos Millennials usam dois ou mais aplicativos para streaming, em comparação com apenas 39% dos consumidores a partir dos 35 anos de idade.

O recente relatório também estabelece o recorde na freqüente concepção errônea de que a música digital substituiu o rádio para esta geração. Na realidade, a penetração do rádio transmitido tem se mantido estável nos últimos anos. Notavelmente, enquanto o alcance do rádio digital tem aumentado constantemente nos últimos cinco anos, o Relatório de Audiência Total da Nielsen destaca que a sintonia através da rádio tradicional AM/FM continua consistente, já que 93% dos Millennials ouvem a cada semana.

Os podcasts também são populares, e os Millennials não são descuidados quando se trata de seus hábitos auditivos. Trinta e sete por cento dos Millennials relataram ouvir podcasts pelo menos uma vez por semana, o que engloba o uso diário. Além disso, as pessoas de 18 a 34 anos têm quase três vezes mais probabilidade de ouvir podcasts diariamente.

Quando se trata de plataformas de comunicação social, elas chegam a mais de 35 mil anos e a uma freqüência maior por mês. Enquanto aqueles com mais de 35 anos usam frequentemente mensagens digitais para comunicações individuais e são mais propensos a se engajar em mensagens de texto simples, os milenares são mais propensos a enviar mensagens em grupos ou enviar vídeos ou fotos. Semelhante ao comportamento musical, os Millennials são menos propensos a usar apenas um serviço de comunicação digital. E 70% dos Millennials usam dois ou mais aplicativos para o envio de mensagens.

Conversas: Texto vs. Visual

Ao comparar mensagens de texto com mensagens de vídeo ou foto, os Millennials são muito mais propensos a se envolverem visualmente uns com os outros. Eles se afastaram das mensagens de texto simples, que é como as pessoas com mais de 35 anos estão se conectando, para preferir a comunicação em grupo usando mensagens visuais.

É muito claro que os Millennials abordam o consumo de conteúdo digital de forma diferente do resto da população. Mais especificamente, os Millennials são um público sem foco, não particularmente leal a apenas um serviço de música ou comunicação digital. Mas isto não significa que os Millennials estejam consumindo menos conteúdo. Esta demografia está envolvida com serviços digitais durante todas as horas de vigília do dia e, embora haja muitos serviços digitais para escolher, os Millennials não estão escolhendo nem um nem outro, mas muitos, e as oportunidades são infinitas para como os marqueteiros e anunciantes irão capitalizar sobre a pletora de seus comportamentos de uso.

Para obter informações adicionais, faça o download da versão lite do segundo relatório Millennials da Nielsen sobre Millenials. Para obter informações adicionais sobre nossas séries Millennials sobre Millennials, clique aqui.

Metodologia

O Relatório Millennials sobre Millennials é conduzido pelos associados da Nielsen Millennial e analisa a natureza única deste grupo demográfico, aproveitando os conjuntos de dados da Nielsen e realizando uma pesquisa personalizada para entender os "por que" por trás das tendências dos dados. O relatório inclui dados de Nielsen Custom Survey, Nielsen Total Media Fusion, Nielsen Music 360 Report, PPM & RADAR, e Nielsen Electronic Mobile Measurement Panel. Neste relatório, a Nielsen define Millennials como pessoas de 18 a 34 anos. Em volumes futuros do relatório, Millennials será definido como pessoas 21-36.